Histórico

Ações realizadas pelo IMPULSO Coletivo desde sua criação:

  • Julho de 2007:
    Jorge Peloso e Marília Amorim criam o IMPULSO Coletivo.
  • Março de 2008:
    Marília Amorim ingressa no Mestrado no Insituto de Artes da Unesp e se inicia o Projeto Desassossego – suas outras memórias investigando a problemática e importância da memória num contexto urbano em rápida transformação.
  • Novembro de 2008:
    Primeiro encontro do grupo com a Vila Itororó.
  • Fevereiro de 2009:
    Início da pesquisa de campo na Vila Itororó.
  • Julho de 2009:
    Projeto Desassossego é contemplado por um ano pelo Edital Obras em Construção – edital de Residência artística na Casa das Caldeiras.
  • Agosto de 2009:
    – Organizada junto do Mapa Xiloráfico, SAJU e AMAVila a Feijoada Comunitária da Vila Itororó;
    – Primeiro ensaio aberto Suas outras memórias do processo na Casa das Caldeiras.
  • Setembro de 2009:
    – Ensaio aberto Suas outras memórias na Semana de Assistência Jurídica da USP no largo São Francisco;
    – Produção da Vilada Cultural, evento com mais de 12 horas de atividades culturais gratuitas na Vila Itororó com o objetivo de divulgar a causa da Vila.
  • Novembro de 2009:
    Intervenções com os personagens em criação Eliseu e Virgílio na exposição itinerante do projeto Mapa Xilográfico na região da Bela Vista/Bexiga no Casarão da Escola do Restauro, Casarão do Belvedere e Vila Itororó.
  • Março de 2010:
    Último ensaio aberto Suas outras memórias na Vila Itororó.
  • Maio de 2010:
    Estréia Cidade Submersa com temporada na Casa das Caldeiras.
  • Outubro de 2010:
    Workshop Treinamento corporal na criação do ator no Instituto de Artes da Unesp.
  • Janeiro de 2011:
    Cidade Submersa é contemplado pelo edital 2011 dos Teatros Distritais da Secretaria Municipal de Cultura da Cidade de São Paulo;
    – Oficina O teatro como fomentador no processo educacional comunitário com educadores do projeto Esporte e Lazer na Cidade da Secretaria Municipal de Educação e Lazer de Santarém, no Pará.
  • Fevereiro de 2011:
    Apresentações de Cidade Submersa no Galpão Arthur Netto em Mogi das Cruzes.
  • Abril de 2011:
    Apresentação de Cidade Submersa na Casa de São Jorge, sede Cia. São Jorge de Variedades.
  • Julho de 2011:
    Apresentações de Cidade Submersa no Galpão das Artes em Suzano, à convite da Secretaria Municipal de Cultura.
  • Agosto de 2011:
    Apresentações de Cidade Submersa no Teatro de Arena do Centro Cultural da Juventude pelo Edital 2011 dos Teatros Distritais da Secretaria Municipal de Cultura da Cidade de São Paulo.
  • Dezembro de 2011:
    Apresentações de Cidade Submersa no pátio central da Vila Itororó, na semana que antecedeu o despejo dos moradores.
  • Janeiro de 2012:
    Workshop intensivo Treinamento em processo: investigando atitudes no trabalho do ator no Galpão Arthur Netto em Mogi das Cruzes.
  • Março de 2012:
    Apresentação de Cidade Submersa na Ocupação Cultural e de Moradia São João pelo Festival Baixo Centro.
  • Abril de 2012:
    Apresentações de Cidade Submersa no Galpão Arthur Netto em Mogi das Cruzes.
  • Junho de 2012:
    Apresentação de Cidade Submersa no Sarau D’Quilo na Comunidade Cultural Quilombaque.
  • Agosto de 2012:
    – Apresentação de Cidade Submersa na IV Mostra Artes Cênicas Acopereta em Poá;
    – Apresentação de Cidade Submersa encerrando o 12. Inverno Cultural de Franco da Rocha, à convite do grupo Girandolá.
  • Setembro de 2012:
    Apresentação de Cidade Submersa na 4. Mostra Gira-sola Revirarua, projeto do Grupo Engasga Gato e SESC Ribeirão Preto.
  • Novembro de 2012:
    – Apresentação de Cidade Submersa na Mostra Esporos – Cidade, Memória e Poesia no Tendal da Lapa, organizada pelo Núcleo Esporos e contemplado pelo Edital VAI;
    – Temporada de Cidade Submersa no Espaço Redimunho de Teatro.
    – Participação da 23. Mostra de Arte da Juventude, em parceria com a fotógrafa Alícia Peres, com o trabalho vídeo-fotográfico Suas outras memórias.
  • Janeiro de 2013:
    Participação no II Knots.Nudos Festival Internacional – Encuentro de Teatro de grupo na Província de San Pedro na Argentina. Tendo apresentado duas vezes Cidade Submersa, realizado workshops e participado de criação coletiva com grupos participantes do festival sob direção da argentina Ana Woolf.
  • Fevereiro de 2013:
    Apresentação de Cidade Submersa no Hotel Bauen em Buenos Aires, Argentina.
  • Abril de 2013:
    Apresentação de Cidade Submersa no SESC Palladium em Belo Horizonte, integrando a primeira edição do Projeto Deu Liga, parceria entre IMPULSO Coletivo e o ator Guto Martins.
  • Maio de 2013: 
    – Oficina Poéticas em interação com o corpo do ator parceria com o artista Guto Martins dentro do Projeto Deu Liga no Sesc  tPalladium em Belo Horizonte – Minas Gerais;
    – Publicação do texto Problematização e representação da memória no espetáculo Cidade Submersa, de autoria de Jorge Peloso e Marília Amorim, na Revista CPC no. 16 do Centro de Preservação Cultural da Universidade de São Paulo.
  • Junho de 2013:
    Realização da vivência Baixo Relevo – Impressões de rua em parceria com o coletivo Mapa Xilográfico, experiência de sensibilização e reflexão sobre o uso e transformações do espaço público realizada pelas ruas da Vila Mariana com crianças do Projeto Curumim e idosos, como programação do SESC Vila Mariana.
  • Abril de 2014:
    Apresentação de Cidade Submersa no SESC Santos, integrando a projeto Cidade Entretantos.
  • Dezembro de 2014:
    Realização de ensaios abertos com a primeira formalização de A real fábula da cidade suspensa, segunda criação cênica do grupo, na Casa do Migrante na Paróquia Nossa Senhora da Paz na Baixada do Glicério.
  • Janeiro de 2015:
    Participação do IMPULSO Coletivo no III Festival Internacional KNOTS.NUDOS – Encuentro de Teatro de Grupo em La Paz, Bolívia. Dentro da programação do festival o grupo realizou duas vezes o workshop O Corpo poético do ator, filtro da realidade, sendo uma para os grupos participantes do festival e outra aberta ao público. Também realizou apresentação de A real fábula da cidade suspensa, e participou da montagem e recriação do texto La exacta superficie del roble de Arístides Vargas com grupos participantes do festival e sobre direção de Daniel Aguirre, ex-integrante do reconhecido grupo boliviano Teatro de Los andes, sob o nome El viaje no Teatro Municipal de La Paz. Parte dos custos da viagem do grupo foi subsidiada pelo Edital CONEXÃO CULTURA BRASIL Intercâmbios do Ministério da Cultura – Governo Federal.
  • Fevereiro de 2015:
    Realização de apresentação da primeira versão de A real fábula da cidade suspensa na Casa do Migrante, Paróquia Nossa Senhora da Paz na Baixada do Glicério, região central de São Paulo, ação de contrapartida ao subsídio recebido pelo grupo pela aprovação no Edital CONEXÃO CULTURA BRASIL Intercâmbios do Ministério da Cultura – Governo Federal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: