Pesquisa

Perspectivas de trabalho fundamentais nas pesquisas e realizações do grupo: o treinamento do ator no confronto com a realidade, a noção de Atitude no trabalho do ator, o eixo temático Identidade e a formação de público.

Treinamento do ator no confronto com a realidade

O treinamento do ator em última instância objetiva uma potencialização do encontro entre atores e público, uma maior afetividade nessa relação, construindo corpos mais expressivos e dispostos a instaurar uma via dupla de abertura e sensibilização.Pesquisa

Nosso trabalho possui uma base técnica apoiada em diversas fontes vindas do teatro físico: a principal delas provém do treinamento técnico do LUME Teatro – Campinas, São Paulo; abarca também referências da mímica moderna e contemporânea, como Desmond Jones e Jacques Lecoq, além de procedimentos de conscientização corporal e ampliação da percepção sensorial.

Para além do treinamento encerrado na sala de trabalho, exploramos o encontro deste com nossa realidade, buscando trabalhar na contramão de uma produção artística contemporânea hegemônica e alienada dos contextos sociais em que estamos imersos. Por isso, nossa pesquisa de treinamento transborda a sala de ensaio para se dar também nas pesquisas de campo que realizamos, no encontro com o outro, na relação com a cidade e suas arquiteturas, sons e ruídos, histórias e memórias.

 

Atitude

Na intersecção entre a experiência do ator em trabalho, de seu corpo em ação e relação e a elaboração de um discurso artístico problematizador, concretizamos nossa pesquisa entorno da noção prática de Atitude, que sintetiza uma postura de engajamento total do ator nas diversas fases de criação de uma encenação, confrontando limites e estímulos que venham a atravessá-lo ao longo do processo.

APERES_VILA_001Atitude tem sido um eixo de trabalho que construímos no corpo em treinamento, no corpo no confronto com a pesquisa de campo, nos encontros com o público e pessoas envolvidas no projeto, na busca por uma postura ética dentro e fora do grupo.

Eixo temático Identidade

 Da primeira pesquisa realizada pelo grupo – o projeto Desassossego, suas outras memórias – permanecem anseios e materiais que continuam a ser desenvolvidos no atual projeto do grupo – Metrópole Rei / Cidade crua: a necessidade de problematizar o processo de espetacularização promovido pelas mídias de massa, a alienação dos referenciais identitários na cidade globalizada, a desmemorização e o enfraquecimento dos elos comunitários na metrópole, o consumismo desenfreado e irrefletido, a redução das relações do mundo a uma vivência epidérmica e utilitária dos afetos.

Essas questões convergem para os desafios para constituir processos de formação identitária hoje, e o IMPULSO tem investigado por meio de estudos teóricos e práticos como problematiza-las por meio de distintas ações, que se dão não só na criação e apresentações de uma peça, como em outras ações de intervenção na cidade e de formação de público.

Formação de Público

O momento do encontro do público com a cena é de suma importância, mas não se encerra em si e é resultado de um processo que pode ser redimensionado e potencializado por uma série de ações que envolvam os participantes.

As ações que temos feito na direção da formação de público visam proporcionar encontros e experiências onde todos os participantes possam exercitar sua sensibilidade e pensamento crítico, em que podem interferir e trocar percepções para aprofundar de maneira direta ou indireta a experiência de encontro/confronto com a peça.

Estes encontros se dão por meio de debates após as apresentações, mediados por integrantes do grupo, e podem contar com a presença de convidados de diferentes áreas que se comunicam com o tema, por exemplo, arquitetos, historiadores, líderes comunitários, etc.

O encontro com o público também pode ocorrer antes da peça, por meio de discussões com grupos predeterminados, oriundos de escolas, associações e outras organizações interessadas, em que o tema do espetáculo é posto em debate a partir do confronto com materiais diversos: vídeos, trechos da peça, imagens, textos, entre outros.

Veja também: Cidade Submersa; Blog

%d blogueiros gostam disto: